ENSINO INFANTIL

Na Educação Infantil a criança inicia a socialização através da integração com o ambiente escolar. A partir das atividades que partem do concreto para o abstrato, das experiências de vida que a criança traz e que promovam a construção do conhecimento, inicia-se o desenvolvimento do processo escolar.

. Nível A

Apresenta-se uma diversidade de atividades, nas quais o princípio básico é a interação do aluno no processo de ensino – aprendizagem e a valorização da sua intervenção nos assuntos abordados no dia-a-dia da sala de aula, ou seja, de sua maneira de se expressar expor experiências.

Os principais objetivos deste nível são:
Desenvolver:
– a percepção global, a conscientização e o domínio do próprio corpo;
– a expressão corporal para que a criança perceba melhor seu corpo e domine seu movimento;
– a coordenação motora;
– as percepções (visual, auditiva, tátil, gustativa, temporal, espacial);
– a capacidade criadora da criança, por meio da manipulação de diferentes objetos e materiais;
– noções matemáticas presentes no cotidiano da criança;
– noções ligadas às ciências naturais, relacionadas a saúde e preservação do meio ambiente.
– Ampliar o conhecimento de mundo que as crianças possuem;
– Oportunizar ao aluno a participação em variadas situações de comunicação oral;
– Manusear materiais impressos como livros, revistas;
– Explorar o ambiente manifestando curiosidade e interesse.

. Nível B

Ao chegar à escola, a criança já traz conhecimentos. Exposta às diferentes formas de comunicação, muitas vezes já é capaz de identificar símbolos e fazer a seu modo uma leitura de mundo.
Nesse período que antecede a alfabetização, algumas habilidades deverão ser especialmente observadas e trabalhadas para que o aluno possa incorporar, gradativamente, os conteúdos apresentados a sua vivência cotidiana. Consideramos como objetivos na pré-escola:

– Propiciar situações de interação da criança com o meio ambiente, a fim de estruturar seu conhecimento social e físico;
– Desenvolver:
– atitudes de iniciativa, auto-confiança, independência e responsabilidades;
– a capacidade de expressar-se oralmente com clareza necessária para ser compreendido;
– o interesse pela descoberta do código escrito no meio em que vive;
– a habilidade de identificar e traçar corretamente letras e números;
– a capacidade de pensar logicamente;
– a imaginação e a criatividade, contando e fazendo contar história;
– o uso de diferentes formas de expressão e linguagem , tais como: desenho, pintura, modelagem;
– dramatizações, etc.

Arrow
Arrow
Slider